sábado, 15 de janeiro de 2011

Vai faltar gasolina para os baleeiros



Foto: Cortesia de Bárbara Veiga

Há 16 dias estamos perseguindo os baleeiros e, ao que tudo indica, nenhuma baleia foi morta. Desde o dia 31 de dezembro os navios Steve Irwin e Bob Barker estão grudados nos navios arpoadores. E vice-versa.

Isso é bom porque temos certeza que os arpoadores não estão caçando, mas também limita o nosso potencial de encontrar o navio-fábrica, o Nisshin Maru, tendo em vista que os arpoadores estão constantemente informando ele sobre a nossa localização. Com isso, a caça aos baleeiros estava se transformando em um verdadeiro jogo de xadrez.

Estudando nossas possíveis estratégias, acabamos descobrindo que o Yushin Maru 2, que estava seguindo o Bob Barker, estava alto em relação ao nível d’água, o que significa que estava com pouco combustível. Mais tarde, em uma manobra muito sutil dos japoneses, percebemos que o Yushin Maru 1 trocou de lugar com o Yushin Maru 2, e este, por sua vez, desapareceu. O motivo da troca era óbvio, o Yushin Maru 2 precisava reabastecer.

Lançamos o helicóptero para fazer uma busca ao Yushin 2 que havia desaparecido e encontramos o navio de reabastecimento da frota baleeira, o Sun Laurel. Na noite do dia 12, nosso interceptador Gojira estava na cola do navio-tanque. Durante a madrugada do dia 13 nós do Steve Irwin estávamos grudados nele e, no final da tarde, o Bob Barker chegou. Uma grande festa em família.

Encontramos o navio-tanque Sun Laurel ao sul do paralelo 60. Isso significa que, além de caçarem criminosamente animais em extinção, os baleeiros estão violando as regras do Tratado da Antártida que impedem o reabastecimento em mar aberto abaixo dos 60 graus de latitude. Ordenamos ao Sun Laurel que se retirasse do Santuário Antártico, e eles obedientemente acataram.

Até o momento, o navio-fábrica Nisshin Maru conseguiu se manter afastado dos navios da Sea Shepherd através das informações que os dois arpoadores estão fornecendo. Agora que estamos colados no navio de reabastecimento as coisas mudam de figura. O Nisshin Maru, mais cedo ou mais tarde, vai precisar reabastecer. E nós estaremos de prontidão para impedir que isso aconteça.

Vai faltar gasolina para a frota baleeira japonesa.

5 comentários:

  1. SHOW MOÇADA !!
    Esse anos esses assassinos vão a bancarrota ...
    Mais um pouco e quero ver eles continuarem com a bárbarie sem ter o que vender .....
    Continuem com força contra esses p..... estamos com voces!!
    Daniel e Renata (Porto Alegre - Brasil)

    ResponderExcluir
  2. Gente, meus parabéns pelo trabalho realizado em prol dos animais, admiro muito o que fazem! Gostaria de saber como fazer parte deste time, pois me interesso há tempos mas não sei como proceder. Muito obrigada. Boa sorte na batalha!
    Daphny (Porto Alegre - RS)

    ResponderExcluir
  3. Uhulllll1!! Assim que se faz galera!
    Estamos aqui na torcida!
    Marcelo (Campinas - SP)

    ResponderExcluir
  4. Olá, conterrâneo Gunter!!
    Sou de Curitiba, e moro atualmente em Porto Alegre, tomei conhecimento de sua atuação a bordo do Steve Irwin no jornal Zero Hora de 16 jan '11.
    Conheci pela primeira vez um baleeiro japonês em 1982, quando servia na Marinha (Navio Hidrográfico Taurus/ Diretoria de Hidrografia e Navegação), o tenente encarregado da divisão de hidrografia nos relatou indignado as atividades que um baleeiro fazia. Este tenente por sinal era biólogo e oceanógrafo. Agora anos depois, vejo que ainda pouco mudou nas atividades destas embarcações.
    Receba o meu caloroso apoio naval, e fique "safo" a bordo sr. imediato, para esta sua comissão renda-lhe sucesso.
    Abração.
    ex-MN(QSA) Domingues

    ResponderExcluir
  5. Parabéns pelo trabalho! Ler o blog tem sido fascinante: você escreve muito bem e cada vitória de vocês é um alento para nós!! As ondas surfadas, as baleias a salvo, os icebergs, os pinguins... tudo fica muito real quando lemos! Até pensei como poderia fazer para enviar uma manga.... Mas acredito que o principal, a conservação da biodiversidade marinha e estar denunciando a execução de atividades ilegais, vocês com certeza estão conseguindo fazer!!!Parabéns!!!
    Estamos torcendo por vocês!!
    Sucesso e um grande abraço da ex-colega
    Fernanda Kohlrausch

    ResponderExcluir